Avançar para o conteúdo principal

Educação e linguagem

"(...) os encarregados de educação devem exercer um controlo sobre a maneira como as crianças passam o tempo...Como até aos sete anos têm que ser criadas em casa, é lógico que, sendo tão pequenas, aprenderão coisas indignas a partir do que vêem ou ouvem. Deveria ser o primeiro dever do legislador, por conseguinte, banir o uso da linguagem ordinária. O uso da má linguagem de qualquer tipo, é a porta de entrada para o mau agir. Os jovens, especialmente, deveriam ser afastados da audição, ou impedidos de usar tal tipo de linguagem"
Aristóteles, Política livro VIII