Avançar para o conteúdo principal

Educação: a dificuldade da motivação do professor

(...) como é que a sociedade pode compreender que eu me esforço por ser melhor professor todos os dias? O professor de hoje acaba por ter que negociar consigo próprio diferentes formas de motivação para ser capaz de acreditar que o que faz é socialmente válido. Contudo, nada mais devia ser exigido a quem chega a um estado de graça único que nos leva a ouvir dentro de nós a voz que comanda a nossa vida. O professor é o Deus e o Diabo de si próprio e nessa condição não se deve condenar o professor a beber da mesma cicuta a que Sócrates foi obrigado só por pensar mais do que o poder constituído.
Carlos Ceia