Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2011

O trabalho e as férias - por Anselmo Borges



Quando se fala de trabalho, é preciso ter em atenção algumas questões prévias, fundamentais. Primeiro, o trabalho deve ser visto no seu sentido amplo. Assim, tanto trabalha o agricultor como o operário, o engenheiro, o estudante, o médico ou o professor. Depois, é interessante observar como, apesar de tudo, mesmo etimologicamente, há diferença entre tipos de trabalho. Perguntamos a alguém que está no labor de uma investigação ou na redacção de um trabalho científico: como vai o seu trabalho? Podem dizer-nos: gosto do que faço, o meu trabalho realiza-me. Mas também: meti-me em trabalhos. No quadro do trabalho duro, diz-se mesmo trabalho - de tripalium, o tal instrumento romano de tortura -, mas referimo-nos ao trabalho criativo como obra: alguém deixou uma obra, publicou as suas obras completas - a raiz é o grego ergon, como pode ver-se no alemão Werk. Mas também se diz: anda nas obras. Sobretudo não se pode ignorar que, dada a revolução tecnocientífica, cada vez mais o trabalho …

Desconstrução de um discurso - Conceito de "différance"

Termo cunhado pelo filósofo francês Jacques Derrida para traduzir o duplo movimento do signo linguístico que diferencia e difere, nunca se fixando numa única instância. Conforme insiste Derrida, não se trata de um termo, conceito novo ou modelo de análise, o que desafia desde logo a sua inscrição em qualquer dicionário, porque isso significa limitar a sua significação. A exemplo do que tem sido feito na crítica anglo-americana, deve manter-se este termo no seu original por não existir um correspondente em mais nenhuma língua, incluindo o Português, que transmita completamente toda a sua significação. Miguel Tamen, tradutor do Glossário da Crítica Contemporânea, de Marc Angenot, traduz différance por "diferição", rejeitando muito bem as propostas de "diferrência" ou "diferrância", totalmente absurdas. No entanto, "diferição" apenas sugere uma parte da significação do termo, ou seja, apenas sugere "retardamento, adiamento" (différer, &qu…

A importância do discurso - David Lodge

"Vivemos imersos no discurso como os peixes na água. Os sistemas jurídicos são feitos de discurso. A diplomacia é feita de discurso. E num mundo onde a literacia é cada vez maior e os media de comunicação verbal se multiplicam - rádio, televisão, internet, publicidade, marketing, a par com livros, revistas e jornais - o discurso tem vindo a dominar cada vez mais as nossas vidas." In "A vida em surdina" de David Lodge

Argumentação e subjectividade - Desidério Murcho

A argumentação é um dos instrumentos mais importantes para alargar a nossa compreensão do mundo e melhorar a nossa intervenção nele. Infelizmente, este facto passa muitas vezes despercebido na nossa cultura. Ao longo dos séculos, Portugal não tem sido um grande produtor de conhecimento; estamos habituados a importar o conhecimento do estrangeiro. E por isso não compreendemos os processos de descoberta, pois nunca temos de descobrir — alguém, numa universidade, laboratório ou atelier estrangeiros, descobre por nós. Olhemos à nossa volta: todos os produtos humanos são fruto do conhecimento e da intervenção humana no mundo. As ideias científicas, tecnológicas, políticas, religiosas, artísticas e filosóficas são fruto do esforço dos seres humanos para compreender melhor o mundo e para, com base nessa compreensão, melhor podermos intervir nele. Todavia, quase nenhumas das ideias que são o fundamento de todas estas coisas que nos rodeiam nasceram em Portugal. É imperioso mudar esta cultura d…

Ernesto Rafael Guevara (14-06-1928 a 9-10-1967)

"Não quero nunca renunciar à liberdade deliciosa de me enganar." Che Guevara

Segue o teu destino (lembrando 123º aniversário do nascimento de Fernando Pessoa)

Segue o teu destino, Rega as tuas plantas, Ama as tuas rosas. O resto é a sombra De árvores alheias. A realidade Sempre é mais ou menos Do que nós queremos. Só nós somos sempre Iguais a nós-próprios. Suave é viver só. Grande e nobre é sempre Viver simplesmente. Deixa a dor nas aras Como ex-voto aos deuses. Vê de longe a vida. Nunca a interrogues. Ela nada pode Dizer-te. A resposta Está além dos deuses. Mas serenamente Imita o Olimpo No teu coração. Os deuses são deuses Porque não se pensam. Ricardo Reis

Para ser grande, sê inteiro - Fernando Pessoa

Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive
Ricardo Reis

Hoje - A relação entre a Ética e a Política - Marcelo Rebelo de Sousa